Ir para o conteúdo

Conceição Evaristo abre o ano letivo da Casa de Oswaldo Cruz

2022-03-25

Conceição Evaristo é uma mulher negra de cabelos grisalhos. Na foto, ela olha para frente e segura o queixo com uma das mãos. Usa blusa vermelha e casaco preto e vermelho com bordados.
Conceição Evaristo. Foto: Aline Macedo.

A Casa de Oswaldo Cruz recebe no dia 04 de abril, às 14h, a escritora Conceição Evaristo para a aula inaugural 'Escrevivência: vidas na literatura, uma literatura para a vida'. A atividade, que abre o ano letivo dos cursos de pós-graduação das áreas de história, patrimônio cultural e divulgação científica da instituição, será transmitida ao vivo pela página da Casa no Facebook.

Escrevivência, segundo Conceição Evaristo, é um jogo entre as palavras “escrever”, “viver” e a expressão “se ver”. É a escrita que nasce do cotidiano, das lembranças, da experiência de vida da própria autora, dos negros e, principalmente, das negras brasileiras, e que é base de seus romances, contos e poemas.

"Dar voz aos silenciados pela sociedade, além da excelência literária, são características das obras de Conceição Evaristo. Seus personagens denunciam e expõem iniquidades históricas da sociedade brasileira, como o racismo e o sexismo, dentre outras violências. É mais do que necessário trazer essa reflexão, que ressalta a urgência de um diálogo amplo sobre os problemas da sociedade, para a aula inaugural dos cursos da Casa de Oswaldo Cruz, que se propõem a formar futuros mestres e doutores brasileiros", afirma a vice-diretora de Pesquisa e Educação da COC, Magali Romero Sá.

Conceição Evaristo é escritora, mestre em Literatura Brasileira pela PUC/Rio e doutora em Literatura Comparada pela UFF. De sete livros publicados - entre os quais o vencedor do Jabuti, Olhos D’água (2015) -, cinco foram traduzidos para inglês, francês, espanhol e árabe. Recebeu diversos prêmios, destacando-se os prêmios do Governo de Minas Gerais pelo conjunto de sua obra, Nicolás Guillén de Literatura pela Caribbean Philosophical Association e Mestra das Periferias pelo Instituto Maria e João Aleixo.


Compartilhe

Facebook Twitter Whatsapp E-mail Imprimir

Compartilhe

Facebook Twitter Whatsapp E-mail Imprimir