Ir para o conteúdo

Fiocruz anuncia atividades do World Biotech Tour 2017 no Museu da Vida

14/06/2017

Selecionado pela Associação de Centros de Ciência e Tecnologia dos Estados Unidos (ASTC, na sigla em inglês) para sediar o projeto de três anos World Biotech Tour (WBT) de 2017, o Museu da Vida está nessa iniciativa junto com outros quatro museus ao redor do mundo, sendo o único representante da América Latina.

O público vai poder ficar por dentro de assuntos como biologia celular, genética, microbiologia, transgênicos, células-tronco, produção de medicamentos, virologia, bioética, entre outros. O evento terá a participação de cientistas da Fiocruz e de outras instituições, como o neurocientista e professor Stevens Rehen, do Instituto de Ciências Biomédicas da UFRJ, além da colaboração da Biogen Brasil. Embora seja direcionada ao público jovem, a programação completa – que será divulgada em breve no site do Museu da Vida - também terá atividades para pessoas de todas as idades. 

Dentro do festival, também será realizada a segunda edição do evento "Um dia com genômica no ensino médio", na sexta, dia 23. Alberto Dávila, chefe do Laboratório de Biologia Computacional e Sistemas do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), é o organizador da iniciativa. Realizado pela primeira vez em 2016, a atividade deu início a uma nova fase do Programa "IOC+Escolas". Criado em 2015, o programa busca incentivar e despertar a curiosidade científica dos estudantes e contribuir para a divulgação da ciência.

Sobre o WBT 

O World Biotech Tour (2015-2017) é promovido com a finalidade de aumentar a visibilidade e debater temas relacionados à biotecnologia com a sociedade por meio de atividades interativas e educativas. O Museu da Vida é o primeiro da América Latina selecionado para participar do programa. As outras quatro instituições que estão no WBT 2017 são: Domus, na Espanha; Heureka, na Finlândia; Copernicus, na Polônia; e o Sci-Bono, na África do Sul. 

O projeto prevê diversas atividades ao longo deste ano, mas o principal desdobramento é a realização de um festival de ciência de três dias promovido por cada museu. O encerramento ocorrerá em Tóquio, no Japão, que sediará o Science Centre World Summit 2017 (SCWS2017). O projeto é apoiado pela ASTC e Biogen Foundation.

Sobre o Programa de Jovens Embaixadores do WBT 

Além do festival, outras atividades estão previstas no WBT, como o Programa de Jovens Embaixadores, em que um grupo de estudantes de ensino médio está sendo acompanhado por profissionais do Museu da Vida para desenvolver projetos nas áreas de biotecnologia e divulgação científica. Ao todo, 15 jovens foram selecionados pelo Museu e um deles poderá apresentar seu trabalho e representar o grupo no evento que ocorrerá no Japão. Ao longo do ano, os embaixadores terão várias oportunidades de dialogar com o público sobre as ações do WBT, como na Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em julho, na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte. 

Saiba mais sobre o Programa de Jovens Embaixadores

Serviço 
Festival de ciência no Museu da Vida
Dias 22 e 23 de junho (quinta e sexta): das 9h às 16h30
Dia 24 (sábado): das 10h às 16h

 


Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir

Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir