Ir para o conteúdo

'Patrimônio e sociedade: do local ao mundial' é tema da Semana Fluminense do Patrimônio

29/10/2019

Com o tema ‘Patrimônio e sociedade: do local ao mundial’, a Semana Fluminense do Patrimônio (SFP) chega a sua 9ª edição em 2019. A programação do evento, que acontece entre 5 e 8 de novembro, inclui debates e atividades culturais no Rio de Janeiro e em Nova Friburgo. Na conferência de abertura, o diretor de cultura da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), Ernesto Ottone Ramírez, falará sobre criatividade, patrimônio e políticas culturais inclusivas. 

A 9ª SPF tem como objetivo promover o debater sobre os aspectos sociais do patrimônio cultural e ampliar as discussões sobre o patrimônio como símbolo de construções de identidades nos âmbitos regional e global.  Confira a programação completa

A roda de conversa ‘Cais do Valongo como Patrimônio Mundial – Desdobramentos e perspectivas para o território’ marca o início das atividades da semana, no dia 5 de novembro, às 13h. Representantes de grupos culturais e de instituições da região do Cais do Valongo, no Rio, discutirão o impacto do título de patrimônio mundial pela Unesco, recebido em 2017, nas ações dos grupos tradicionais que atuam no território e as perspectivas para o futuro. O evento será mediado pela gerente técnica do Museu do Samba, Desirree Dos Reis. 

Maior porto de entrada de negros escravizados na América Latina, o sítio arqueológico fica na zona portuária do Rio de Janeiro e foi descoberto em 2011, durante escavações das obras do Porto Maravilha. 

Na ocasião, serão premiados os vencedores da mostra de fotografia e poesia ‘Olhares sobre o Patrimônio Fluminense’. O evento será no auditório do Conselho Estadual do Direito da Mulher – CEDIM (Rua Camerino, 51 – Centro, Rio de Janeiro).

Criatividade e patrimônio: construindo políticas culturais inclusivas

Também em 5 de novembro, a SFP recebe Ernesto Ottone Ramírez, diretor geral de cultura da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), para a conferência ‘Criatividade e patrimônio: construindo políticas culturais inclusivas’. Ministro da Cultura, Artes e Patrimônio do Chile entre 2015 e 2018, Ernesto criou o Departamento de Primeiros Povos e atuou no fortalecimento das leis de proteção ao patrimônio e de direitos autorais.

O evento contará também com a apresentação do Afoxé Filhos de Gandhi, grupo de afoxé mais antigo e tradicional do Rio de Janeiro, fundado por trabalhadores do Cais do Porto do Rio de Janeiro, em 1949, e considerado a primeira representação afro-brasileira do Estado do Rio de Janeiro. As atividades têm início às 18h no auditório da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto (CDURP), no Centro do Rio (Rua Sacadura Cabral, 133). 

A 9ª edição da SFP é uma parceria entre a Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz), o Arquivo Público do Estado do Rio de Janeiro, a Fundação Casa de Rui Barbosa, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac), o Jardim Botânico do Rio de Janeiro, o Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast), o Museu Nacional / UFRJ e Museu Histórico Nacional. 

Encontro do Patrimônio Fluminense e 3° Seminário da Fundação D. João VI

Já em Nova Friburgo, na região serrana do Rio de Janeiro, acontece o 9º Encontro do Patrimônio Fluminense (9° EPF), de 6 a 8 de novembro. Destinado a ampliar a troca de ideias e experiências com a população, o encontro é o principal fórum de reflexão e discussão pública da SFP. Este ano o evento será realizado em conjunto com o 3º Seminário da Fundação João VI, e contará com palestras, mesas-redondas, oficinas e apresentações culturais.

O encontro será aberto com o debate ‘Desafios na contemporaneidade para a valorização do patrimônio em suas múltiplas dimensões’, com Paulo Elian, diretor da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz); Deivid Antunes da Silva Pacheco, subsecretário Municipal de Cultura e Turismo de Itaboraí; e Dawson Nascimento, diretor do cartório de genealogia do Instituto Histórico e Geográfico Itaborahyense. A atividade acontece às 18h, na Fundação Dom João VI (Praça. Pres. Getúlio Vargas, 71 – Centro – Nova Friburgo).

Entre os destaques do evento, estão as discussões sobre ‘As múltiplas identidades da Região Serrana’ e ‘Patrimônio mundial no Estado do Rio de Janeiro’, além das oficinas ‘Circuito dos mestres sabedores da cultura popular’, ‘Educação para o patrimônio’ e ‘Patchwork e fuchico: técnicas de costura com retalhos’. Confira a programação do Encontro. 

Eventos por adesão 

Até o dia 14 de novembro, estão abertas as inscrições para que instituições, organizações da sociedade civil, produtores e grupos culturais participem da 9ª Semana Fluminense do Patrimônio (SFP) com atividades de educação patrimonial e eventos culturais voltados para a população em geral e que tenham como tema central o patrimônio natural ou cultural (material ou imaterial) do Estado do Rio de Janeiro, em suas diversas formas de expressão. 

Os eventos devem acontecer integral ou parcialmente no período de 1º de outubro a 30 de novembro de 2019 e deverão ser previamente aprovados pela Comissão Organizadora da SFP para terem sua inscrição efetivada e, com isso, passar a integrar a programação oficial da semana, que será divulgada em diversos canais de comunicação. Após a avaliação da inscrição, os proponentes receberão um e-mail confirmando a aprovação da atividade ou evento inscrito.


Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir

Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir