Ir para o conteúdo

Animação sobre Carlos Chagas ganha versão em inglês

2020-05-02

A animação ‘Carlos Chagas’, que apresenta os caminhos percorridos pelo cientista até a descoberta da doença de Chagas, acaba de ganhar uma versão em inglês. Disponível online, o episódio integra a série Ciência em Gotas, iniciativa da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz) que apresenta a trajetória de cientistas brasileiros com relevante atuação no campo da saúde pública e do meio ambiente. O original, em português, foi lançado em 2016.

Assista aos episódios:
Carlos Chagas (português / inglês)
Bertha Lutz (português / inglês)
Johanna Döbereiner (português / inglês)
Maurício Rocha e Silva e Sérgio Ferreira (português)

Durante as viagens que fazia a Minas Gerais, nas primeiras décadas do século 20, Carlos Chagas observou que população da região estava sendo acometida por uma enfermidade desconhecida. Ao examinar um inseto popularmente chamado de barbeiro, comum nas casas de pau-a-pique do interior do Brasil, o pesquisador descreveu uma nova espécie de tripanossoma, que denominou Trypanosoma cruzi em homenagem a Oswaldo Cruz. Em 14 de abril de 1909, ao identificar o parasita no sangue de uma criança de Lassance (MG), Carlos Chagas anunciou descoberta da doença de Chagas, causada por este protozoário e transmitida pelo barbeiro.

Reconhecida como uma das mais importantes realizações da ciência brasileira, a descrição do ciclo da doença foi publicada na revista científica ‘Memórias do Instituto Oswaldo Cruz’. Após 111 anos da descoberta, o dia 14 de abril de 2020 marcou pela primeira vez as celebrações do Dia Mundial da Doença de Chagas. Instituída pela Assembleia Mundial da Saúde (AMS) no ano passado, a data visa marcar as ações de conscientização sobre a doença, dar visibilidade as chamadas doenças negligenciadas, em escala global, e promover o acesso universal como direito.

Sobre o ‘Ciência em Gotas’

A primeira edição da série ‘Ciência em Gotas’ é composta por quatro filmes, de cerca de um minuto de duração, que apresentam o trabalho dos cientistas Maurício Rocha e Silva e Sérgio Ferreira e o medicamento contra hipertensão fabricado a partir do veneno da jararaca; Carlos Chagas e a descoberta da doença que leva seu nome; Johanna Dobereiner e a aplicação de um adubo natural no cultivo de vários grãos; Bertha Lutz e a catalogação de novas espécies de anfíbios.

Contando com o apoio do Programa de Incentivo à Cultura da Prefeitura do Rio, os vídeos foram produzidos pela Campo4 e tiveram o patrocínio das empresas Dominus, Cofix e Calper, a gestão de recursos da Sociedade de Promoção da Casa de Oswaldo Cruz (SPCOC). O Escritório de Captação de Recursos da Fiocruz foi o promotor das parcerias que possibilitaram o projeto.


Compartilhe

Facebook Twitter Whatsapp E-mail Imprimir

Compartilhe

Facebook Twitter Whatsapp E-mail Imprimir